Previous Entry Share Next Entry
uma noite na lua
rosas
innersmile
Fui no fim de semana ver a peça Uma Noite Na Lua, que o comediante brasileiro Gregório Duvivier trouxe para uma turné por algumas cidades portuguesas. Trata-se de um monólogo, em que um homem (em cima de um palco pensando) se debate com a necessidade de escrever uma peça de teatro em poucas horas, mas não consegue deixar de pensar na mulher que o deixou há pouco tempo.

Tudo na peça é muito bom, e contribui para uma prestação de elevado nível. Em primeiro lugar o texto, da autoria de João Falcão, argumentista e diretor de teatro; muito tenso e preciso, doseando em equilíbrio perfeito uma certa angústia (no sentido de ‘angst’) do homem moderno e os devaneios românticos. As repetições, as frases curtas e sincopadas, dão ritmo ao monólogo, e são entrecortadas por tiradas mais longas e narrativas, normalmente com a função de flashbacks, e que dão espessura dramática ao texto.

Depois há a interpretação. Apesar de ter sido criada para um outro actor, Marco Nanini, Gregório Duvivier revela-se um actor de mais recursos do que aqueles que deixariam adivinhar as suas prestações de stand up comedy ou as suas intervenções na Porta dos Fundos. Sem recursos cénicos para além do guarda-roupa e das luzes (já lá vamos), e com um texto muito seco, Duvivier consegue criar uma verdadeira personagem, com densidade e pathos, mas sempre muito bem ‘agarrada’ e contida, sem derrapagens ou excessos emocionais.

O outro factor de sucesso da peça tem a ver com a encenação, em especial com o trabalho de iluminação. As luzes e o seu jogo são tudo nesta peça, dão ao trabalho do actor o suporte cenográfico necessário para que o homem em cima de um palco (pensando) nunca esteja perdido ou solitário na sua angústia, para que a sua dor amorosa nunca seja desolada ou desprovida de sentido. As luzes enchem de facto o palco, mesmo quando se reduzem a um simples foco que ilumina o corpo de um homem pensando, ou apenas a sua mão.
Tags:

  • 1
É uma peça excelente e eu adorei que você tenha tido a oportunidade de assistir por aí, também.

e eu tenho a agradecer-te a dica, o incentivo e até a companhia :)

  • 1
?

Log in

No account? Create an account