Previous Entry Share Next Entry
o esférico rolando sobre a grama
rosas
innersmile
Apesar de ser adepto do Sporting, confesso que não fiquei aborrecido pelo facto de o meu clube não ter ganho o campeonato. Essencialmente porque não gosto do treinador. E achei deploráveis as declarações que Jorge Jesus foi fazendo ao longo de todo o campeonato em relação ao treinador da principal equipa adversária.

Cresci com a ideia um pouco mítica de que o futebol é um jogo de cavalheiros. E tenho de reconhecer que Rui Vitória sempre (enfim, sempre que me apercebi) foi reagindo às provocações de JJ com algum cavalheirismo, mesmo quando tudo o que o que JJ estava a merecer era um par de tabefes. Ao contrário, JJ é um rufia, um boçal que nunca ouviu falar em elegância ou educação, um despeitado que nem sequer sabe perder e, como todos sabemos, quem não sabe perder também não sabe ganhar.

Devo dizer que esta já era a minha opinião quando JJ era treinador do Benfica e não se alterou com a sua ida para o Sporting. Ao contrário do que acontece com a grande maioria dos adeptos benfiquistas que o incensavam quando ele treinador do Benfica e agora insultam-no com um nível nada superior ao do próprio.

Eu percebo, e como disse até com um certo prazer perverso, que os benfiquistas sintam uma razoável revanche em relação a quem andou a insultá-los com rudeza ao longo de tantos meses. Mas deviam evitar descer ao seu nível, nomeadamente em relação a quem lhes deu os dois primeiros do tão almejado tricampeonato. E até têm um exemplo no próprio treinador Rui Vitória que, mais uma vez, às atoardas de mau perder de JJ, reagiu com souplesse e sentido de humor.
Tags:

  • 1
Sempre considerei(e continuo a considerar) JJ um bom treinador. Foi útil ao Benfica tanto como o Benfica lhe foi útil a ele.
Não deve esquecer-se da frase do velho e sábio Mário Wilson - "quem treina o SLB arrisca-se sempre a ser campeão"...
Portanto é lícito perguntar se foi ele que deu 3 campeonatos ao Benfica se foi o Benfica que lhe deu 3 títulos a ele.
Quanto à pessoa sempre foi boçal e cretino, mas nunca atingiu o ponto de ser nojento ao denegrir um Homem honesto, que como ser humano ele NUNCA conseguirá igualar - Rui Vitória.
Saíu do Benfica porque quis e porque o presidente do Benfica quis, pois impôs-lhe uma condição que ele nunca aceitou - promover jovens dos escalões inferiores.
As suas declarações ao longo do campeonato tocaram o intolerável e só por isso valeu a pena a conquista deste título.
E não soube perder, como dizes, sendo vergonhoso o seu "discurso" de ontem.
Uma instituição como o SCP não merece este homem, mas como também não merece outras pessoas que a dirigem, a começar num presidente perfeitamente anedótico, acaba por estar no sítio certo...resta saber até quando.
Quanto ao Benfica, a humildade e o acreditar fizeram com que conquistasse merecidamente um título que lhe assenta muito bem.

Claro que faltam duas palavras no meu texto. A seguir a "nunca atingiu o ponto de ser nojento...deve seguir-se "como agora"...

Pelo menos o meu clube ficou em primeiro... infelizmente a contar do fim...

ACADÉMICA!!! Sempre!!!

Um ribatejano oestino adepto da BRIOSA!!!

e para o ano a coisa em princípio vai correr bem: ganha o campeonato e sobe à I :)

e pelos vistos vai ter presidente novo, o que também é uma boa notícia (esperemos)

Er... oi? Estou no blog certo? :-) Estão falando grego esses meus amigos fãs de futebol, hehe

sim, completamente out of character. juro que não sei o que me passou pela cabeça

bonita crónica, estebes.

nos últimos anos, o meu vizinho, benfiquista ferrenho, punha a tv em altos berros sempre que o glorioso jogava. este ano, esteve muito suave. nem se ouviu quando ganhou, nada (estranho). em contrapartida, foi uma festa no prédio em frente...
quanto a mim, confesso que me sentia uma bocadinho emocionada sempre que via a camioneta encarnada a caminho de lisboa nas minhas caminhadas à beira-rio... pronto, confesso :)

também gosto muito daquela do gabriel alves: o esférico para um lado, a bola para o outro.

Não ligo nada a futebol, e na brincadeira vejo o futebol e as contratações uma espécie de série, uns entram, outros saem, e uns são despedidos. Por isso que prefiro as verdadeiras séries do que as da bola.

as séries da bola são muito violentas para o meu gosto :)

também sou do sporting e subscrevo a 100% o que dizes. nunca gostei do JJ e custa-me vê-lo no sporting...

:)
é mesmo um bocado embaraçoso, o tipo

  • 1
?

Log in

No account? Create an account