miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

esta casa

Esta casa não é minha
Mas é meu todo o seu céu
Tão azul como nuvens austrais
Que parecem deixar-se tocar
Com a polpa dos dedos.

É uma ausência que dói devagar
Tristeza que me abandona
Ao sorriso manso dos lagartos no capim.

Procuro-te em vão
Na noite fechada das páginas
Dos livros que leio, enquanto os escrevo
Ateando seus fogos ancestrais.
Tags: poemas
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 8 comments