Previous Entry Share Next Entry
é uma rotunda
rosas
innersmile
as magnólias, ao fundo da rua
podia ser uma praceta, em vez de uma rotunda
os passeios de pedra, muros baixos
os jardins
e as magnólias

já restam poucas flores nos ramos das
árvores hesitantes
pequenas brasas, brancas e rosas
de um fogo majestoso
que lavrava em meus olhos

as folhas cerradas e tenras
cobrem as árvores de uma coroa verde
aguardando já a primavera

antigamente era teu o dia em que
as magnólias explodiam em flor
agora o teu tempo é o das
pétalas, que se desprendem
lentamente
e caem no passeio esquecido pelo trânsito
Tags:

  • 1
:-) Eu não leio muitos poemas, mas quando o faço, há uma beleza nas palavras que os textos não conseguem ter. Não sei se é por serem "estruturadas" de uma outra forma como estátuas esculpidas nas letras ou apenas o motivo que leva alguém a escrever um.

é tentar perceber verdades indecifráveis, parece-me. e se não conseguimos percebê-las, ao menos admiramos a sua forma.

Edited at 2016-03-14 10:42 am (UTC)

  • 1
?

Log in

No account? Create an account