Previous Entry Share Next Entry
the danish girl
rosas
innersmile
Dos filmes anteriores do realizador de The Danish Girl , Tom Hooper, só vi um, The King’s Speech que, se bem me lembro, valia sobretudo pelo desempenho de Colin Firth no papel do rei George VI. Firth ganhou o oscar com o filme, que recebeu igualmente os oscars de melhor filme e melhor realizador.

O principal interesse deste mais recente filme de Hooper, pelo menos para mim, está mesmo no facto de me dar a conhecer uma história que eu de todo desconhecia: a de Lili Ebber, uma pintora dinamarquesa que nos anos 20 do século passado, fez a primeira operação de mudança de sexo. Apesar de inspirado nesta história verídica, o filme baseia-se directamente num livro publicado recentemente, que é uma biografia romanceada e que, tanto quanto li na net, toma muitas liberdades em relação à história verdadeira que o inspirou.

Percebe-se a opção ficcionada, que injecta mais possibilidade de conflito psicológico numa história já de si bastante impressiva. Mas é precisamente a este nível que o filme soçobra: os vários conflitos encenados (o de Esnar e Lilly, ou o de Lilly com Gerda) nunca são suficientemente arrebatadores, e o filme perde-se, por vezes de maneira quase soporífera, num certo formalismo um pouco maneirista.

Um dos grandes trunfos do filme é o trabalho de Eddie Redmayne (oscar para melhor actor o ano passado, com The Theory of Everything, que eu não vi), que é de facto notável. Alicia Vikander é muito convincente no papel de Gerda, e o filme conta ainda com a presença de Matthias Schoenhaerts, que é um dos meus actores favoritos.
Tags:

  • 1
Estou muito curioso em relação a esse filme :-)

é uma história muito interessante, mais até do que o próprio filme

já li várias críticas, uma menos abonatória, mas também quero ver. também não conhecia a história.
ele é excelente na teoria de tudo, eu vi o filme.
só passei a conhecê-lo na série do ken follett que passou no axn há uns anos.
(o que há por aqui de jeito amanhã? creed, provavelmente... a RD só estreará depois.)

eu não me lembro dele. apesar de ter visto que entrou num ou dois filmes que eu vi, mas não guardava memória dele.

heart of a dog lá mais para o fim do mês, numa sessão do cineclube :)

afinal vi o solace, com o sir anthony hopkins, ao fim da tarde. ainda mantêm os filmes a 4 € no cinema ao pé de casa às terças :)

:-) Adorei o filme, bem sublime nos pormenores e que dupla de atores.

eu achei um bocado parado. e irritou-me um pouco a pose da Lili, muita seda muita renda.

  • 1
?

Log in

No account? Create an account