Previous Entry Share Next Entry
as chaves
rosas
innersmile


Vou hoje, se tudo correr como previsto, entregar as chaves da casa dos meus pais, ao senhorio. Parece simbólico, escolher o último dia do ano para devolver uma casa que foi “nossa” durante 38 anos, no términus de um ano que de facto representou uma alteração radical da minha vida. Mas não, foi apenas uma questão de conveniência: já tinha comunicado há mais de um mês ao senhorio que ía devolver a casa, mas ele só agora acertámos as disponibilidades mútuas para o encontro.

Mas sendo por uma razão mais prosaica, não deixa de ter uma carga simbólica muito grande, abandonar a casa onde vivi ininterruptamente desde 1977 até 2001, e depois disso, que frequentei quase diariamente. Uma casa cheia de memórias, que eu tentei de alguma maneira preservar enquanto me ia libertando do seu recheio. Só quem passou alguma vez por este trabalho de desmantelar uma residência de família pode aquilatar de quanto é complicado, difícil e doloroso.

E como se fecha uma porta, esperemos que, já a partir de amanhã, se abra pelo menos uma, mas, de preferência, muitas janelas. Por isso, aqui ficam para todos os amigos e leitores, os meus votos de FELIZ ANO DE 2016!

  • 1
Um Bom ano para ti, Miguel. Grande abraço.

obrigado meu querido João. também te desejo um novo ano 'levezinho'

Meu querido Miguel, cada vez mais sinto em ti uma força que não é deste "reino"! Dou comigo tantas vezes a pensar em ti e na tua mãe! Como me marcou ela há quase cinquenta anos! Como me marcas tu nos dias de hoje! Bem hajas meu querido Miguel! Olha eu comi já as passas de 2020! Sempre quero ver como é os senhores da sorte reagem a este abuso de confiança! Beijinhos, meu querido Miguel!

querida Madalena. acho que não força, é apenas estratégia de sobrevivência, para poder continuar com a cabeça acima da linha de água para poder continuar a respirar. acho que herdei este jeito para "nadar" da minha mãe.

adorei essa ideia de comer as passas logo para uma data de anos. better be safe than sorry :)

muitos beijinhos


Um ótimo ano novo para você também, com novas portas e janelas abertas e que fiquem as boas memórias dos anos vividos naquele apartamento. Às vezes é doloroso deixar partes de nossas vidas para trás, mas necessário, e ao final abre espaço para novas possibilidades. Estou passando pelo mesmo processo, que será um pouco mais longo. Atesto como demanda energia e perseverança.

este ano que agora começa vai ser nosso, Bruno.


é um processo muito exaustivo. ajuda pensar que tem de ser feito e que quando ele terminar o sufoco melhora (um pouco, pelo menos)

Miguel desejo que 2016 seja para ti um ano cheio de paz e amor. Admiro a tua capacidade de resolver assuntos de tão grande significado. Eu fico incapaz de agir quando tudo tem esse lado emocional. Felizmente tenho alguém do meu lado, que age de forma racional.
Aproveita a vida meu amigo, e arranja um tempo para visitares esta tua amiga. Um beijo enorme. Lídia

um beijo grande Lídia, e um excelente ano, para ti e para os teus rapazes todos :)

um bom ano, Miguel.
e que se encha de momentos felizes, para compensar os outros.
e que daqui a um ano e 1 dia, que é um ano bissexto, estejamos por cá a ler-nos, a ver-nos, a trocar livros e memórias :)
bjs e festas ao juju, como é da praxe. os meus dormem, depois de uma noite agitada :D

trocar livros e memórias, Margarida, é isso mesmo.
o juju tem andado feliz, comigo a maior parte do tempo em casa. tenho é as mãos todas mordidas, que este gato nem uma noção de amor um pouco dolorosa. mas isso não tem importância nenhuma, como diz a outra :)

Espero que este ano de 2016 seja um ano mais positivo que negativo :-) e que nele encontres a serenidade que poderás precisar.

Abraço.

espero que sim, Carlos, estou a precisar muito de um tempo mais tranquilo

Não deve ser nada fácil de facto...há coisas que nem queremos imaginar o quanto custam.
Um abraço apertado para ti e espero que 2016 sejam um ano para recordar mas pelos melhores motivos.
Bjs

obrigado Elsa. um óptimo ano também para ti.

Não consigo imaginar o que sentiste ao lançar um derradeiro olhar sobre divisões, cerrando, por fim, a porta.

Tens passado por situações muito dolorosas.

Sinto-te relativamente animado, e isso é bom.

Já vem com um mês de atraso, mas ainda 'agora' o ano começou. Temos muitos meses pela frente, e certamente serão melhores do que os últimos! (eu na minha versão optimista)

um abraço.

temos de ser optimistas Mark. ou melhor, podemos ser pessimistas, o que não devemos é, como li num livro recentemente ser tristes ou amargurados.

  • 1
?

Log in

No account? Create an account