Previous Entry Share Next Entry
inventário II: livros
rosas
innersmile
Li este ano 57 livros, correspondentes, diz-me a estatística do Goodreads, a 13.624 páginas. Destes, apenas 15 foram lidos em formato electrónico. O livro mais popular que li, ou seja, aquele que foi igualmente lido por outros membros do site, foi o Fahrenheit 451, do Ray Bradbury (perto de um milhão e quatrocentes mil leitores) e o menos popular o V volume das memórias de Eugénio Lisboa, que, entre os membros do site, fui o único que leu.

Perto de metade dos livros que li foram escritos originalmente em língua portuguesa (27, sem contar com as duas edições da Granta). Trinta são de ficção (31 se juntarmos Uma Aventura em Goa), e 9 são memórias ou autobiografias.

Mas tirando estas gracinhas, aqui fica a lista de todos os livros que li (e registei no Goodreads e mencionei aqui no livejournal), agrupados por categorias mais ou menos subjectivas: género, língua original (o título segue no idioma em que os li), afectos.

- Chico Buarque, O Irmão Alemão (ebook)
- Fernando Assis Pacheco, Bronco Angel: O Cow-Boy Analfabeto
- João Pinto Coelho, Perguntem a Sarah Gross
- José Saramago, O Evangelho Segundo Jesus Cristo (ebook)
- Luiz Alfredo Garcia-Roza, Fantasma
- Machado de Assis, Dom Casmurro (ebook)
- Mário Cláudio, Astronomia
- Ricardo Sousa Alves, Para Além das Montanhas
- Rubem Fonseca, Amálgama (ebook)
- Teresa Veiga, Gente Melancolicamente Louca
- Ungulani Ba Ka Khosa, Choriro

- Bruno Horta, Uma Década Queer (ebook)
- Caio Fernando Abreu, Pequenas Epifanias
- Eugénio Lisboa, Acta Est Fabula - Memórias V - Regresso a Portugal (1995-2015)
- Fernando Correia, Piso 3 Quarto 313
- Fernando Dacosta, Viagens Pagãs
- Frederico Lourenço, O Lugar Supraceleste
- Gabriel de Souza Abreu, O Segundo Armário (ebook)
- Laurentino Gomes, 1822 (ebook)
- João Máximo e Luís Chainho, Dicionário de Literatura Gay (ebook)
- Paulo Varela Gomes, Ouro e Cinza
- Paulo Varela Gomes, Era Uma Vez em Goa
- Rita Ferro, Só Se Morre Uma Vez

- Adília Lopes, Manhã
- Aymmar Rodriguez, Baba de Moço
- Daniel Lourenço, Lábio/Abril
- Herberto Helder, Os Passos em Volta

- Edouard Louis, Para Acabar com Eddy Belleguele
- Italo Calvino, Palomar (ebook)
- Ihara Saikaku, Amor Entre Samurais (ebook)
- Patrick Modiano, As Avenidas Periféricas
- Patrick Modiano, Dora Bruder
- Philippe Besson, Em Tempos de Guerra

- David Leavitt, Dança de Família
- Edward St. Aubyn, Por Fim
- Graham Greene, O Americano Tranquilo
- Hilary Mantell, O Assassinato de Margaret Thatcher
- Patricia Highsmith, The Price of Salt (ebook)
- Ray Bradbury, Fahrenheit 451 (ebook)
- Raymond Carver, De Que Falamos Quando Falamos de Amor
- Somerset Maugham, Servidão Humana (ebook)

- Derek B. Miller, Um Estranho Lugar para Morrer
- Henning Mankell, Um Homem Inquieto
- Henning Mankell, Um Anjo Impuro
- Lars Kepler, O Homem da Areia
- Nelson DeMille, A Ilha do Medo

- Edmund White, Inside a Pearl (ebook)
- Gabriel Garcia Marquez e Plinio Apuleyo Mendoza, O Aroma da Goiaba
- Jesse Bering, Perversões
- John Cleese, Ora Como Eu Dizia
- Oliver Sacks, On The Move: A Life (ebook)
- Rosa Montero, A Ridícula Ideia de Não Voltar a Ver-te
- W.G. Sebald, Campo Santo

- Jean-Yves Ferri e Didier Conrad, O Papiro de César (Astérix)
- Yves Sente e André Juillard, O Bastão de Licurgo (Blake & Mortimer)

- Granta 5, Falhar Melhor
- Granta 6, Noite

Quatro dos melhores livros que li este ano foram releituras: Pequenas Epifanias, de Caio Fernando Abreu, Dança de Família, de David Leavitt, De Que Falamos Quando Falamos de Amor, de Raymond Carver, e O Americano Tranquilo, de Graham Greene (acho que este foi o livro que me deu mais gozo ler este ano). O que não admira, não é?, se não tivessem sido livros marcantes não os teria relido.

Entre aqueles que li pela primeira vez, estes cinco foram os de que mais gostei: Gente Melancolicamente Louca, de Teresa Veiga, os dois livros de Paulo Varela Gomes, Ouro e Cinza (a capa mais bonita) e Uma Aventura em Goa, Servidão Humana, de Somerset Maugham, e On The Move: A Life, a autobiografia de Oliver Sacks.



  • 1
muitos e excelentes. temos alguns em comum. vou terminar o ano com «esse cabelo», da Djaimilia Pereira de Almeida. muito bom, escreve muito bem, com humor, mas não é fácil entendê-la em certas partes. dou por mim a reler e a matutar. e a sublinhar, claro.

foi um bom ano sim, em termos de leituras. claro, não se compara com o teu, quer em quantidade quer em qualidade :)

alguns eram 'fininhos', ao contrário dos teus calhamaços. por isso, para o ano, vou diminuir para 40. tenho uns 5 tijolos no monte, além do teu, a Lídia emprestou-me 'o fim do homem soviético'.

também li alguns fininhos para compensar. e BDs, o que dá número, mas não dá páginas :)

Já li os teus empréstimos e já estou a fazer mais dois pedidos: o de Mário Cláudio - "Astronomia" e "Lábio/Abril" de Daniel Lourenço.
A minha lista será publicada no FB e Google+, amanhã ou depois e inclui (espero eu) o livro que estou a acabar.

ok João. o do Mário Cláudio está com a Margarida, ela pode passar-to directamente.
o do Daniel Lourenço fica prometido para o nosso próximo encontro :)

LI alguns livros, poucos talvez porque esteja muito longe das páginas que tento já me seduziram. Estou a ler um mimo de livro, e cada virar de página custa fazê-lo. Espero acabar em 2 meses lol.

também me acontece isso, gostar tanto de um livro, que leio muuito devagar, para demorar a terminar

Sempre me impressionou a sua cadência de leitura pois, em comparação, sinto-me uma tartaruga. Chama-me a atenção também este sítio, o Goodreads, que parece ter se tornado febre entre leitores que conheço. Ainda não consegui render-me a ele, continuo postando fotos no Facebook... Dos que li este ano, sugiro: Judas de Amos Oz, Terra e cinzas de Atiq Rahimi, Nova gramática finlandesa de Diego Marani, Seven Good Years de Etgar Keret e Contos consagrados de Machado de Assis.

não leio muito depressa, nem muitas horas (o trabalho não deixa), mas leio todos os dias, é a minha actividade preferida quando não estou a fazer nenhuma "tarefa obrigatória". e não vejo TV, o que ajuda muito a disponibilizar tempo de leitura.

neste momento estou a ler um livro do Machado de Assis, Memorial de Aires. É o 4º ou 5º livro que leio dele, e tenho a tradição pessoal de ler um livro dele na mudança de ano, assim o primeiro livro lido em cada ano é de MdA.
de contos, li o Papeis Avulsos (a colecção de contos que inclui O Alienista), e, claro, outros estarão guardados para o futuro.

gosto do Goodreads, não tanto como uma espécie de rede social literária, mas sobretudo como forma de registar livros e leituras. é uma excelente base de dados :)

  • 1
?

Log in

No account? Create an account