Previous Entry Share Next Entry
este papel que seguro
rosas
innersmile
este papel que seguro entre as mãos
vive os seus últimos momentos.
daqui a pouco, vou deitá-lo fora.
rasgá-lo em pedaços,
que atirarei para a sanita e
e depois puxo a descarga

nem terá a dignidade de ser imolado pelo
fogo libertador da cremação
(como o teu corpo)

deixará de existir
sem solenidade ou consagração.
levará consigo a marca leve
e indelével dos meus dedos
a erosão dos dias
(todos os dias da tua vida)
Tags:

  • 1
Para quando um livro de poemas?

Beijinho grande Miguel!
Madalena

eu sei... onde estiver, vela por ti. e sempre que te lembras dela, nao ha fogo que destrua.

muito difícil, uma tristeza enorme

Li, entre tantas coisas que li quando aconteceu comigo, que saudade é o amor que fica. E se fica tanto amor, tanto maior será a saudade, mais presente nessa ausência enorme. E tanto mais a pessoa terá feito sentido na nossa vida. Gosto de pensar que, organicamente mesmo, metade dela está em mim. Espiritualmente, 100%.
Um grande abraço e toda força neste momento. Edu.

Olá meu querido Edu.
adorei o mail que me enviaste, e ao qual prometo responder.
um grande abraço

  • 1
?

Log in

No account? Create an account