miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

pequenas tragédias

Na instituição religiosa para doenças mentais onde o meu pai está internado, muitos dos trabalhadores cumprimentam-me quando nos cruzamos nos corredores. Quanto aos próprios doentes, a grande maioria cruza o olhar e diz bom dia, boa tarde ou, por estes dias, deseja bom ano.

Por outro lado é fácil perceber quando me cruzo com outros familiares ou visitantes dos doentes internados: não só não nos cumprimentamos, como o olhar nem se cruza. Aliás, mantemos o olhar baixo e fixo, como se estivéssemos muito concentrados em mostrar que estarmos ali a cruzarmo-nos uns com os outros tem a dimensão das pequenas tragédias pessoais ou familiares.

Tags: caro diario
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 10 comments