miguel (innersmile) wrote,
miguel
innersmile

janelas

Agora é pelas janelas que falas comigo. As janelas da tua casa, cerradas, vazias, vão dando hábito à tua ausência, quando abrando o carro até quase parar sempre que passo à tua porta. A janela iluminada do quarto que agora é teu, tão interinamente teu, que brilha na escura parede envidraçada, quando, à noite, dou só mais uma volta à rotunda, tentando divisar os teus sinais. Vivemos, os dois, ainda juntos, na profunda divisão da espera. Eu tento segurar tudo o que me resta, não deixar escapar, guardar para depois. Prendo-me às janelas, como o olhar se desprende devagar.

Tags: caro diario
Subscribe
  • Post a new comment

    Error

    default userpic
    When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
    You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.
  • 10 comments