Previous Entry Share Next Entry
é a vida
rosas
innersmile
Fui ontem fazer a cistoscopia de controlo e, bingo!, outra recidiva do carcinoma urotelial. Como já me tinha acontecido anteriormente, sem hematúrias ou quaisquer outros sintomas. Só lá aqueles pontinhos mais vermelhuscos, na rosada placidez da bexiga.

Será, suponho, como os outros anteriores, um tumor de baixo teor de malignidade e espero que se resolva com a facilidade com que os outros se resolveram. Mas é a terceira recidiva num período de quatro anos. Contando com o primeiro aparecimento do cancro, em 2012, e a cirurgia à bexiga por causa do rim, o ano passado, são cinco operações desde maio de 2012, sempre com anestesia geral, com risco de infecções nosocomiais, com iatrogenia associada.

Tenho de ser operado no prazo de dois meses, e é mais provável que o seja apenas em setembro. Mas, claro, a partir de agora é assim como se estivesse em pena suspensa, sempre à espera que me chamem para ir cumprir a pena.

Sinto alguma preocupação, é claro, fico ansioso, com receio de que alguma coisa possa correr mal. Mas por enquanto o que sinto, sobretudo, é uma enorme tristeza, um peso enorme que se abateu sobre mim e me afunda o peito e me esmaga. A minha primeira reacção é sentir-me deprimido e pensar que isto não é vida. Eventualmente, um dia destes vou passar a aceitar com mais tranquilidade que a vida é isto mesmo.

Comments Disabled:

Comments have been disabled for this post.

?

Log in

No account? Create an account