Previous Entry Share Next Entry
solstício
rosas
innersmile
Hoje é o dia mais longo do ano. Ontem à noite, depois de um dia espectacular de sol e céu azul, ainda havia uma fímbria de luz já passava das dez horas. O verão finalmente começa, e seria bom que ao rigor frio do calendário correspondesse finalmente a brisa cálida da meteorologia. Visto daqui, deste seu dia inaugural, o verão traz as habituais promessas de amenidades (o sol, as esplanadas, a praia, limonadas, cafés gelados), à mistura com os cada vez mais quotidianos receios, dúvidas, e incertezas. Viver tem-se tornado o fio de uma navalha, e tenta-se aprender a vestir a inquietude como uma camisa incómoda. Mas este verão, pela primeira vez em muito tempo, traz também promessas de amor, de plenitude e partilha, de exaltação e abrigo, de êxtase e aconchego. E hoje, que o dia é o mais longo do ano, são também mais as horas que tenho disponíveis para te amar.

  • 1
Por aqui, o dia mais curto. Úmido e frio. Só mesmo esse calor vindo do norte (e não falo do clima) pra aquecer.

  • 1
?

Log in

No account? Create an account