Previous Entry Share Next Entry
leiteira
rosas
innersmile


Deve ser dos objectos mais antigos, que guardei da casa dos meus pais. Uma leiteira, a única peça que resta de um serviço de chá, em faiança creio que japonesa, e que, se não estou em erro, foi uma prenda de casamento. Recordo-me de que quando viemos de Moçambique, ainda restavam talvez umas três ou quatro peças; agora sobra esta. Quando começámos a desmontar a casa, foi a minha prima que a guardou e, entregou-ma agora, por ocasião do Natal. Está na cristaleira da sala.

A foto está fraquita, mas foi tirada à noite, e nem sequer abri a porta da cristaleira, não fosse o gato ter ideias.

(Lourenço Marques, 1954?)

  • 1
é muito bonita. do casamento da minha mãe, sobrou apenas uma jarra muito fina, e uns poucos copos de cor roxa, tudo o resto que era frágil partiu-se no caixote em 75, quando viemos de angola. estava no armário de vidro (não chamávamos de cristaleira) e acompanhou-nos bastantes anos. nunca mexíamos nela, com medo de a partir, mas nas últimas mudanças de casa da minha mãe, não sobreviveu.
são estes objectos que nos prendem a um tempo, e já não me recordava da jarra roxa há alguns anos. tenho saudades dela.

por vezes bate-me um remorso (mesmo um desgosto) por ter "salvado" poucos objectos da casa do meus pais.

  • 1
?

Log in

No account? Create an account