Previous Entry Share Next Entry
rumo de vida
rosas
innersmile


"Tirei a gravata e os sapatos; o interlúdio terminara: a noite era quase igual às do passado. Phuong agachou-se aos pés da cama e acendeu a lamparina. Mon enfant, ma soeur - pele cor de âmbar. Sa douce langue natale.
- Phuong - disse. Ela amassava o ópio da taça. -
Il est mort, Phuong. - Segurava a agulha na mão e fitou-me como uma criança que tenta concentrar-se, franzindo as sobrancelhas.
-
Tu dis?
- Pyle
est mort. Assassiné.
Ela pousou a agulha e sentou-se sobre os calcanhares, fitando-me. Não houve cena, nem lágrimas, simplesmente reflexão - a reflexão prolongada e solitária de alguém a quem é necessário alterar todo um rumo de vida.
- É melhor ficares aqui esta noite - disse-lhe."


- Graham Greene, O AMERICANO TRANQUILO (Livros Unibolso)

?

Log in

No account? Create an account