Previous Entry Share Next Entry
menino
rosas
innersmile


Quando cheguei ao pé dele, hoje de manhã, a enfermeira perguntou-lhe, como de costume, apontando para mim:
"Ó Senhor António, conhece este senhor? Sabe quem é?"
Ele levantou a cabeça, olhou para mim com a lentidão habitual, e respondeu:
"É o meu menino."

  • 1
E são esses os melhores momentos da vida! Fizeste-me chorar. Abraço

Felix

um abraço, Félix. obrigado

Tal como o Félix, uma lágrima rolou...não me importo que me chamem lamechas. E tu deves ter chorado também, aposto...

não chorei, João. estávamos rodeados de muita gente, e eu tinha de estar muito concentrado nele. mas fiquei a cintilar por dentro, isso sem dúvida. e não consegui pensar noutra coisa o resto do dia.
ainda por cima, não estava a contar lá ir no sábado, àquela hora, tinha outros planos mas que se goraram e já que estava relativamente perto, decidi ir lá para ficar despachado. e afinal passei uma bela manhã com o meu pai.

:-) Um post "curto" mas tão cheio, e tu sabes que as palavras valem o que valem mas estas tuas valem muito :-)

ainda bem que também te tocaram.

Querido Miguel
Isto é o amor, os laços que nos unem àqueles que amamos. Oxalá o teu pai mantenha esse fio de memória, e que te reconheça por muito tempo. É reconfortante. Um beijo enorme. Lídia

sim, Lídia, é muito reconfortante. normalmente não me reconhece quando chego, só passados uns momentos de convívio é que ganha uma certa intimidade. mas no sábado foi assim logo à chegada.

Que bonito Miguel!
<3

Lindo, meu caro. Simplesmente lindo...
Lembrei-me de um documentário muito interessante chamado "Alive Inside: a Story of Music and Memory", conheces?
Um abraço, Eduardo.

não conheço, mas vou estar atento.
obrigado, e um abraço

És mesmo! Beijinhos, Miguel!!!
Madalena

é que sou mesmo, Madalena :)
beijinhos

muito. e ontem fui lá de novo e ele continua muito 'ligado' :)

  • 1
?

Log in

No account? Create an account